Últimas Notícias

Clima quente e reprodução de insetos: entenda por que eles aparecem mais no verão

Foto de capa da notícia

Em dias muito quentes, mesmo tomando todos os cuidados de higiene, é bem provável que você receba em casa a visita indesejada de baratas, mosquitos, cupins com asas, formigas e moscas. Bastam altas temperaturas chegarem para que esses insetos comecem a se proliferar e gerar incômodos nas residências.

Mas afinal, por que eles aparecem mais no verão?

Com a chegada do calor, o metabolismo dos insetos fica mais acelerado, fazendo com que eles cresçam e se reproduzam mais rápido que o normal. Além disso, os insetos não conseguem controlar a temperatura do corpo, então nos dias frios algumas espécies hibernam nos casulos e nos dias quentes saem para se reproduzir.

Um exemplo são os cupins, também conhecidos como aleluias, que criam asas durante o verão a fim de acasalar e formar uma nova colônia. Eles são responsáveis por causar diversos danos nas mobílias e podem até condenar um imóvel por risco de desabamento. Nesse caso, a melhor solução é investir numa descupinização.

Outras pragas, como as baratas, por exemplo, vão à busca de esconderijos para se abrigarem durante o dia. Ao entrarem nas casas, procuram por ambientes quentes, escuros e úmidos. As gavetas e os armários da cozinha são os lugares favoritos, pois ficam próximas dos alimentos. Quando anoitece, as baratas saem em busca de comida e de parceiros para se reproduzir. Como elas não gostam de luz, é mais comum avistá-las perambulando durante a noite.

Já o aumento de mosquitos no calor também está relacionado com a aceleração das atividades reprodutivas desse inseto e pela fácil adaptação em temperaturas acima de 30°C. No verão, os ovos dos mosquitos eclodem muito mais rápido, aumentando a proliferação e, consequentemente, o risco de transmissão de doenças.

Pragas urbanas são vetores de doenças, tanto para humanos quanto para pets

Além de irritarem bastante, muitos insetos ainda podem trazer sérios problemas de saúde para os seres humanos e para os animais domésticos. Com a chegada da época mais quente do ano, os cuidados precisam ser redobrados, principalmente porque existem muitas doenças causadas pelas pragas urbanas.

A principal delas é a dengue. Ela é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também transmite a zika, a chikungunya e a febre amarela. Não deixar água parada é muito importante para evitar a proliferação da espécie.

Por conta da capacidade de alterar os habitats o tempo todo, as baratas também são capazes de transmitir muitas doenças, como tuberculose, lepra e poliomielite, o que torna a dedetização tão essencial, principalmente no verão, época com maior incidência de infestações. Outra doença bastante conhecida é a leptospirose, infecção humana causada por uma bactéria presente na urina de ratos.

E quando falamos em animais domésticos, também é preciso atenção, pois eles, assim como nós, sofrem com as pragas urbanas. Os pernilongos, apesar de não transmitirem dengue para os pets, podem disseminar algumas doenças através das picadas. É o caso da leishmaniose canina, uma infecção transmitida de animais para humanos e vice-versa, sendo o mosquito o vetor. A dirofilariose, conhecida também como “verme do coração”, é outra doença que afeta os cães e tem como transmissor o mosquito. Ambas são muito graves e podem levar o seu animal ao óbito. Diante disso, veja que o controle das pragas não é somente uma questão de higiene e conforto, mas sim um caso de saúde.

Confira dicas para evitar a entrada de insetos na sua casa

Para evitar a aparição de insetos dentro de casa são necessários alguns cuidados. Veja a seguir cinco dicas que vão te ajudar a eliminar ou pelo menos diminuir a incidência de insetos no seu lar:

• Feche as janelas ao anoitecer. Mosquitos e baratas costumam entrar nas casas quando as temperaturas baixam no fim da tarde.

• Coloque telas de proteção nas janelas e tampe ralos. Isso evitará a entrada de insetos por estes locais.

• Mantenha mesas, pisos e sofás sempre bem limpos. Baratas e formigas se atraem por migalhas e farelos de comida que deixamos cair.

• Evite deixar louça suja na pia e retire o lixo diariamente. Restos de comida acumulando em casa podem atrair insetos, principalmente moscas e baratas.

• Não deixe acumular água em vasos de plantas, garrafas, pneus e mantenha as caixas d’água fechadas. Estes são locais propícios para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Tentou as dicas e ainda não deu certo? Chegou a hora de procurar ajuda profissional

Seguindo as cinco dicas acima, você irá aliviar a incidência de insetos em sua casa. Mas nem sempre resolver o problema com as próprias mãos é a melhor solução. Manter a casa limpa é importante, mas a desinsetização é a maneira mais eficaz de acabar com as pragas urbanas. Se a situação chegou a um ponto insustentável não perca tempo e procure ajuda profissional

Autor: br control.
Fonte: br control.