Últimas Notícias

Limpeza, sanitização ou desinfecção? Entenda as diferenças!

Foto de capa da notícia

Muitas vezes usadas como se fossem sinônimos, as palavras “limpeza”, “sanitização” e “desinfecção” têm significados muito diferentes e cada uma delas tem suas indicações, conforme a necessidade e recomendação da ANVISA.
Neste post você vai entender a diferença entre cada uma delas e quais são as orientações de utilização.

O que significa limpeza?
A mais comum de todas e também a de aplicação mais fácil, limpeza é a remoção das sujidades visíveis, além de remover detritos e micro-organismos. É aquela que fazemos em nossa casa e em qualquer ambiente de trabalho. Com produtos de fácil acesso, ela faz parte das nossas vidas diariamente.
E por isso também ela é a base para a sanitização e desinfecção.

O que significa sanitização?
Agora já começamos a ficar mais técnicos. Sanitização é o processo de redução de bactérias e micro-organismos até um nível considerado seguro pelos órgãos de saúde pública. Nesse caso, o foco não é apenas “deixar limpo”, mas garantir a biossegurança do ambiente sanitizado. Com a redução drástica de agente patógenos, o risco de contaminação diminui consideravelmente, tornando aquele espaço muito mais seguros para seres humanos. Isso ajuda inclusive na redução de processos trabalhistas, uma vez que a empresa que realiza sanitizações periódicas tem certificados que garante o a redução do risco de contaminação.
É importante destacar que nesse processo, os produtos/agentes utilizados durante o processo são diferentes dos aplicados na limpeza. São produtos que devem atender a uma série de regras elaboradas pela ANVISA.

O que significa desinfecção?
Quando o assunto é desinfecção, já estamos falando de um procedimento focado na eliminação de micro-organismos, vírus e bactérias (exceto esporos bacterianos). O objetivo da desinfecção é deixar o ambiente totalmente livre da presença de patógenos.
A diferença principal entre sanitizar e desinfectar é o tipo de produto utilizado e o tempo de aplicação/exposição da superfície ao agente desinfectante.

Quais ambientes devem ser limpos, sanitizados ou desinfectados?
Existem muitos fatores que devem ser levados em consideração para definir qual o melhor procedimento. Isso vária desde número de pessoas que frequentam esse ambiente, até para qual finalidade ele é utilizado.
Áreas da saúde sempre devem ser desinfectadas, pois o risco de patógenos é muito elevado. Já restaurantes, indústrias de alimentos e similares, assim como escritórios, a sanitização já consegue dar conta e resolve muito bem a maioria dos casos.
Mas e por que não desinfectar tudo, se ela é o nível mais elevado de proteção?
Primeiro porque os produtos utilizados representam maiores riscos para a saúde se forem usados de forma incorreta ou sem o cuidado adequado. Além disso, usar este tipo de produto em locais onde não tem essa necessidade pode apenas transformar os micro-organismos em seres mais resistentes. E certamente isso é algo que queremos evitar!
A limpeza é o caminho básico para manter um ambiente saudável e organizado. Não importa a finalidade, deixar o espaço limpo é fundamental.
A desinfecção é um processo mais complexo, exige produtos mais específicos e não é recomendada para todos os tipos de ambiente. Seu uso mais comum é na área da saúde, pelos diversos fatores apresentados acima.
A sanitização é um passo além da limpeza, focada já na redução dos riscos de biossegurança, garantindo um ambiente mais saudável e reduzindo até mesmo problemas com processos trabalhistas.

Autor: Da redação.
Fonte: https://www.bioseta.com.br/voce-sabe-qual-a-diferenca-entre-limpeza-sanitizacao-e-desinfeccao/.