Últimas Notícias

Tipos de ratos mais comuns no brasil: saiba como identificá-los

Foto de capa da notícia

Ratos são os roedores mais temidos por quem vive nas grandes cidades. São considerados perigo iminente não só para os insumos e as estruturas, como também para a saúde pública, uma vez que podem transmitir doenças para humanos e animais domésticos.

Por serem sinantrópicos, convivem sem problemas lado a lado com os humanos e garantem no mesmo ambiente formas para sobreviver. Afinal, encontram nos estabelecimentos e nas residências, oferta de alimento, água, acesso e abrigo, tudo o que pragas urbanas precisam para sua reprodução e manutenção.

Por essas e outras que os governos, juntamente com a população, precisam lançar mão de práticas de controle e prevenção contra ratos e demais pragas.

De acordo com a Aprag, os ratos são vetores de enfermidades por conta de “pulgas ou parasitas que eles carregam, capazes de transmitir vírus e microorganismos nocivos”.
Em outras palavras, não há como permitir o aumento da população desses animais próximos a sua casa.

Portanto, o que acha de conhecer os tipos de ratos mais comuns no Brasil, como identificá-los e métodos seguros de controle? Acompanhe o artigo para ficar por dentro!

A alarmante população de ratos no Brasil
Provavelmente você já deve ter visto um rato pelas ruas de sua cidade ou até ter tido a infelicidade de encontrar algum em sua casa. Afinal, essa é uma das pragas urbanas mais comuns do Brasil.

Para se ter ideia, de acordo com matéria do Jornal da USP (Universidade de São Paulo), a estimativa é que na cidade de São Paulo sejam de dez a 15 ratos para cada morador. Esse número assustador nos diz que há, simplesmente, nada menos que 120 milhões de ratos pelas redes de esgoto da capital paulista.

De reprodução rápida – entre oito e 12 filhotes a cada três meses por fêmea -, esses animais são os principais agentes transmissores de verdadeiros problemas de saúde pública.

Veja as doenças que eles podem transmitir:
- Leptospirose;
- Tifo;
- Peste bubônica;
- Febre hemorrágica;
- Salmonelose;
- Nefrite epidêmica;
- Sarnas;
- Micoses.

Muitas dessas doenças são graves e podem até levar à morte.

Tipos de ratos mais comuns no Brasil
Das duas mil espécies consideradas pragas urbanas, três delas são comuns no Brasil por causarem estragos e transmitirem doenças.

É importante conhecer as características de todas elas para poder identificar e pedir ajuda em caso de uma infestação. Confira os tópicos a seguir.

Ratazana – Rattus norvegicus
Com 25 centímetros de comprimento e com a cauda desse mesmo tamanho, a ratazana, diferente do que muita gente pensa, não é a fêmea do rato, mas sim uma espécie. Portanto, existem machos e fêmeas, que se escondem em tocas no subsolo e saem à procura de comida aos arredores de onde vivem.

Assim como a maioria das pragas urbanas, a ratazana possui hábitos noturnos. Quando vai à caça, costuma buscar comida que esteja em boas condições, sobretudo grãos, sementes e cereais. Por isso é comum invadir dispensas de restaurantes e supermercados a fim de roer sacos com esses mantimentos.

Inclusive, de acordo com especialistas, as colônias de ratazanas, que costumam ser enormes, estão relacionadas à disponibilidade de alimento. Quando os animais não encontram o que comer, passam a praticar o canibalismo. Entretanto, a reprodução ainda assim permanece veloz.

Camundongos – Mus musculus
Camundongos são famosos por sua aparência delicada, e por isso, por não transmitirem muita aversão em um primeiro momento. Para se ter uma ideia, o Mickey, da Walt Disney, foi inspirado nesses tipos de ratos. Pequenos, medem entre 12 e 18 centímetros, com a cauda entre 15 e 22 centímetros, e pesam cerca de 20 gramas. Ou seja, são leves e ligeiros, podendo entrar e sair de um ambiente como um passe de mágica. Por isso é comum viverem bastante tempo em um local até que alguém perceba.

E por conta de sua facilidade em construir tocas dentro de locais, como casas, comércios, escolas, igrejas, e quaisquer outros, conseguem também ter acesso rápido a comida e água nas proximidades. Não precisam se deslocar e se arriscar tanto como ratazanas e ratos de telhado. Falando nisso, outra diferença que os camundongos têm para os demais tipos de ratos é a sua predileção por vivem em colônias pequenas e não em grandes infestações.


Controle de todos os tipos de ratos: como fazer?
Todos os tipos de ratos citados podem contaminar alimentos e transmitir doenças. As razões para isso são as maneiras que eles utilizam para marcar seu território: com urina ou fezes. Desse modo, é altamente necessário buscar um controle eficiente dessa infestação, garantindo a eliminação desses animais e evitando que eles acessem novamente o ambiente.

Em casos pontuais, as pessoas podem tomar medidas simples, como a limpeza periódica dos espaços, armazenamento de mantimentos em potes bem vedados, fechamento de lixeiras, entre outras ações.
Em estabelecimentos comerciais, limpeza de caixas de gordura e dos ambientes, vedação de entradas de ventilação com telas, vistoria constante da dispensa, assim como dos insumos que são descarregados no local, costumam ajudar no dia a dia para evitar que cheguem ratos de qualquer espécie.

Contudo, quando se trata de uma infestação volumosa, não há outra saída a não ser contratar uma empresa qualificada em desratização. Lembre-se que, pior do que não fazer um controle de ratos, é contar com um serviço repleto de falhas. Há inúmeros relatos de desratizações feitas ineficazmente, que provocaram, tempos depois, populações ainda maiores de roedores.


Rato de Telhado – Rattus rattus
O rato de telhado, também conhecido popularmente como rato preto. Por características físicas, conseguem escalar paredes e muros com destreza, além de passarem por fiações com total equilíbrio.
São menores do que as ratazanas, medindo cerca de 18 centímetros de comprimento e apresentando orelhas maiores do que o corpo.

Entre as curiosidades dos ratos de telhado está a alimentação seletiva. Ao contrário do que a maioria pensa, eles não procuram por doces e restos de gordura, mas sim frutas e vegetais em boas condições, cereais, sementes e grãos, entre outros alimentos balanceados. Esses tipos de ratos são encontrados principalmente em locais altos, como os próprios telhados e seus forros.

Ressabiados e espertos, não gostam de modificações no local onde vivem e percebem logo quando há intenção de fazer uma desratização no espaço.

Autor: Da redação.
Fonte: https://ecoservicos.com.br/tipos-de-ratos/ (com adaptações).